A Origem nos Versos


Without Love:
A água solene seguia,
Seguia seu curso para o mar,
E uma flor jogada sofria,
Por não saber amar.

O rio apenas seguia,
Sem se pronunciar,
E a flor chorava triste,
Deixando-se levar...

O rio então sentia,
O pranto sofredor,
Da flor que nele corria,
E não conhecia o amor...

Tentando então uma ajuda,
O rio queria acariciar,
E a flor delicada e simples,
Começou a se despedaçar.

Triste vida ingata,
Pobre daquela flor,
Tão jovem fora cortada,
Tão jovem e sem amor.

Imagem: Pixabay, Hans
    Blogger Comment
    Facebook Comment